Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de July de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Visita de Bolsonaro à capital paraense mobiliza políticos e grupos de direita

Por ORM
Publicado em 12 de agosto de 2020 às 09:22H

Compartilhe:

A visita do presidente Jair Bolsonaro à capital paraense, prevista para a quinta-feira (13), tem mobilizado políticos e grupos de direita, que planejam uma grande recepção em sua chegada à cidade. Até o início da tarde de terça-feira (11), o Planalto não confirmava oficialmente a agenda, informou apenas que a vinda dele a Belém estava prevista para esta semana. Entre políticos locais que apoiam o presidente, a visita dele à cidade nesta quinta é dada como certa. O assunto foi levantado por parlamentares na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), durante a sessão desta terça.

“Nós temos todos que estarmos contentes. A visita do presidente deverá ser marcada por uma multidão que vai recepcioná-lo. O povo paraense aprendeu a respeitar aquele que respeita as famílias e valoriza a liberdade de crença. A população afluirá pra lá. Quinta-feira, aquele logradouro público estará tomado por milhares e milhares de pessoas”, declarou o deputado estadual Martinho Carmona (MDB), referindo-se ao Parque Belém Porto Futuro, que será inaugurado com a presença do presidente.

Gustavo Sefer (PSD) e Delegado Caveira (PP) também demonstraram entusiasmo com a visita de Jair Bolsonaro à capital paraense. Ele estará na cidade para participar da inauguração do Parque Porto Futuro, localizado próximo à Baía do Guajará, no final da avenida Visconde de Souza Franco. Situado em frente ao Terminal Hidroviário, o empreendimento deve se tornar referência para quem chega a Belém pelos rios.

O projeto é do Governo Federal e as obras iniciaram em 2018, incluindo a construção de uma ponte sobre o canal da Avenida Visconde de Souza Franco (Doca); a abertura da Rua Belém, ligando a Avenida Pedro Álvares Cabral à Travessa Rui Barbosa, e ainda a criação de estacionamentos, uma praça gourmet, um parque urbano e a reforma da Praça General Magalhães. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, o complexo turístico contará com restaurantes e áreas para realização de eventos, enquanto o parque urbano oferecerá pistas de corrida e ciclismo, banheiros públicos, playground, wi-fi grátis e um lago artificial.

“Quero convocar todas as lideranças, pessoas que querem o bem do País, convocação de todos os militantes, soldados de Bolsonaro, para estarmos juntos, na quinta-feira, na inauguração do Porto Futuro”, enfatizou deputado Delegado Caveira, durante a sessão da Alepa. “O nosso presidente, como prometeu na campanha, jamais deixaria alguém pra trás e está fazendo uma obra, independente da indicação de quem quer que seja. A obra é do Governo Federal. Indicação, é igual indicação de deputado, não serve pra nada”, completou.

Em suas redes sociais, o deputado federal Éder Mauro (PSD) convidou líderes de direita para participarem de uma reunião, na noite desta terça, com o objetivo de preparar uma recepção ao presidente. “É claro que vamos fazer uma grande recepção na Doca de Souza Franco”, disse, em um vídeo onde convoca os grupos de direita para discutirem o assunto. “Vamos lá, para a gente tratar desse grande evento que vai recepcionar de braços abertos Jair Messias Bolsonaro”.

Desde que foi eleito, Jair Bolsonaro esteve uma vez na capital paraense: dia 13 de junho do ano passado, quando participou da cerimônia de entrega de unidades habitacionais do Residencial Quinta dos Paricás e de Culto de Celebração e Momento Cívico em Comemoração dos 108 Anos da Assembleia de Deus no Brasil. Ele foi o candidato à presidência mais votado na capital paraense, com 427.982 votos no segundo turno, 54,93% do total.

Nem todos os deputados estaduais se animaram com a visita. Durante a sessão na Alepa, a deputada Marinor Brito (PSOL), ao comentar sobre a vinda do presidente à cidade, lembrou as declarações de Bolsonaro, minimizando a gravidade da pandemia do coronavírus, mesmo diante da escalada de morte.

“Não é bem vindo a Belém, ao estado do Pará, o presidente Jair Bolsonaro. É uma persona non grata a quem luta pela vida, a quem luta pela dignidade, a quem luta por um sistema único de saúde e por uma atuação proativa e que venha contribuir para minimizar esse momento pandêmico no Brasil”, declarou a parlamentar. “Apelo para que essa recepção do presidente Bolsonaro, que as pessoas possam ter um mínimo de sensibilidade, e que possam fazer, os que estarão na inauguração, uma crítica direta a tanto descaso, a tanto desrespeito, a tanto desamor a vida”, completou.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend