Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 18 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Aleitamento materno reduz risco de câncer

Por Noticias ao minuto
Publicado em 30 de agosto de 2019 às 11:04H

Compartilhe:

Uma recente publicação do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontou que o aleitamento materno reduz em 4,3% o risco de câncer de mama, com essa porcentagem aumentando bastante a cada 12 meses de amamentação. Para incentivar essa prática saudável, a campanha Agosto Dourado propagandeia em todo o Brasil os benefícios do aleitamento materno. De acordo com o Inca, enquanto o bebê suga o leite, occorre na mãe uma espécie de esfoliação das células dos ductos mamários e, assim, quaisquer células agredidas são eliminadas e renovadas. Quando a lactação encerra, várias células, inclusive algumas que poderiam iniciar um câncer, se autodestroem.

Ainda segundo o Inca, a crescente participação feminina no mercado de trabalho reduziu o número de nascimentos e aumentou a quantidade de ciclos menstruais nas mulheres. Esse segundo fator é apontado pela ciência como potencializador do risco de formação de células mutantes, uma vez que as mulheres que ovulam mais estão mais expostas a altos níveis de hormônios. Hoje, as chances de uma mulher desenvolver câncer de mama é de 10 a 15%, variando de acordo com a população estudada.

O mastologista Celso Fukuda, do Hospital Ophir Loyola, explica que a fase reprodutiva da mulher moderna está mais longa e, assim, as suas células mamárias normais são mais estimuladas pelo estrogênio e pela progesterona. “Geralmente, o ciclo menstrual começa antes dos 12 anos, o primeiro filho ocorre após os 35 anos e a menopausa após os 50 anos. Ou seja, quanto maior for a vida reprodutiva, mais tempo de exposição aos hormônios e maior a probabilidade de desenvolver a neoplasia maligna mamária, também chamada de câncer de mama. O aleitamento materno é uma forma de reduzir bastante os riscos da mulher contrair essa doença”, explicou. O especialista acrescenta que o aleitamento também reduz o risco de câncer de ovário, pois, durante os períodos dessa prática, as taxas dos hormônios que agem nos ovários caem.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend