Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 26 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Estado comprou 400 respiradores na China, diz Helder

Por ORM
Publicado em 15 de abril de 2020 às 18:33H

Compartilhe:

O Governo do Pará comprou 400 respiradores na China. E, até o próximo dia 23, estará recebendo 30 mil exames para o novo coronavírus, disse o governador Helder Barbalho. Ele fez essas declarações ao participar, nesta quarta-feira (15), do JL 1, da TV Liberal.

Em um trecho da entrevista, o governador respondeu à pergunta de um telespectador. Ele queria saber se o Estado poderá chegar ao colapso por causa do novo coronavírus. “Por isso estamos fazendo todas as medidas de prevenção. Por isso incrementamos os 720 leitos dos hospitais de campanha e compramos 400 respiradores da China que estão saindo essa semana de lá e vão permitir com que tenhamos mais 400 UTIs no Estado”, disse.

 “Hoje, temos 700 UTIs no Estado. Vamos ter mais 400. Portanto, chegaremos a 1.100 UTIs disponíveis. Isso tudo são medidas de prevenção para evitar que, no momento do pico de problemas de casos de coronavírus, eventualmente nós tenhamos qualquer tipo de colapso”, acrescentou. Ainda segundo Helder, “temos que ter uma atenção muito especial com Belém. Os casos de Belém são extremamente acentuados. É fundamental que haja todas as estratégias conjuntas para distensionar o serviço de Belém. Temos relatos de problemas em Unidades de Pronto Atendimento, nos prontos-socorros. E, por isso, inclusive, o governo do Estado disponibilizou todos os leitos dos hospitais de campanha, disponibilizou todos os leitos do Abelardo Santos e também da Santa Casa que estão reservados para o sistema público de Belém e para tirar a capital desta situação e trabalharmos conjuntamente com a prefeitura para salvar a vida da população e dar o melhor atendimento possível”.

Belém já recebeu 2.480 testes rápidos, diz Helder

Helder também falou sobre os 15 mil exames, que são testes rápidos, que o Estado disponibilizou para os municípios. “Belém já recebeu 2.480 exames. E, até o próximo dia 23, estamos recebendo 30 mil exames que estarão sendo  disponibilizados, no primeiro momento, para os profissionais de saúde e de segurança. Mas também montando estratégia para poder socializar isso para o maior número de demanda possível a ser atendido para a sociedade”, disse o governador Helder Barbalho.

A apresentadora Priscilla Castro comentou que, até esse momento, são 384 casos confirmados no Pará, com 21 mortes. E também perguntou sobre as internações nos hospitais de Belém e do Pará e sobre as reclamações de pacientes sobre exames para a covid-19. As pessoas apresentam sintomas, vão às unidades de saúde, mas dizem que não têm conseguido fazer esses exames. “É importante registrar que o governo do Estado está dando o apoio para o sistema municipal de saúde nos 144 municípios. A porta de entrada de atendimento da população são as unidades básicas de saúde, as UPAs e os hospitais municipais, os prontos-socorros”, afirmou.  “Nós criamos, através dos hospitais de campanha, um reforço, inclusive mudando o perfil e dando atendimento já para distensionar a porta de entrada do serviço de atendimento. Não necessitando, sequer, a positivação para o coronavírus, bastando o perfil de síndrome respiratória aguda para que já possam descentralizar esse atendimento. Com relação aos exames, temos feito, por parte do Laboratório Central como também o Instituto Evandro Chagas e no caso dos hospitais privados que credenciaram diversos laboratórios nesse sentido”.

Há cerca de 200 exames hoje em análise

Ele acrescentou: “Nós disponibilizamos 420 leitos do hospital de campanha. Também a partir de ontem, com a entrega do hospital de Marabá, são mais 120 leitos. E, até o final de semana, serão 120 leitos em Santarém e e 60 leitos em Breves, para atender o Marajó. Somado a isso, os 11 hospitais de referência que estão atendendo coronavírus são os hospitais regionais de todas as regiões do Estado. Particularmente em relação a Belém, o hospital Abelardo Santos e a Santa Casa. Nesse momento, são 25 UTIs da Santa Casa, todas elas ocupadas, distensionando o atendimento da nossa capital.  Nós disponibilizamos os leitos do Abelardo Santos, da Santa Casa e do hospital Santa Clara. São mais 70 leitos. Isto tudo através da central de regulação, em um diálogo direto com a prefeitura de Belém, para que, juntos, consigamos atender com a maior celeridade possível e proteger a nossa população.”

Helder disse que, no dia de hoje, há cerca de 200 exames que estão em análise para que sejam diariamente liberados. “Há uma crescente demanda. Nós estamos, inclusive, concluindo a instalação de equipamentos que foram disponibilizados pela Fundação Manguinhos, do Ministério da Saúde, para permitir com que sejam feitos o maior número de exames”, disse. Foi nesse contexto que o governador citou que o Estado disponibilizou 15 mil exames, que são testes rápidos, para os municípios. E que Belém já recebeu 2.480 exames.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend