Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Gestantes devem redobrar cuidados contra H1N1

Por Noticias ao minuto
Publicado em 16 de maio de 2019 às 18:38H

Compartilhe:

A gripe H1N1 voltou antes do previsto e com mais força. Conhecida popularmente também como gripe suína, é de extrema importância que as grávidas se vacinem contra o vírus, pois são um dos grupos de risco e é preciso evitar problemas de saúde para ela e para o bebê.

Entre os sintomas, que são bem parecidos com a gripe comum, estão febre superior a 38ºC, dores de cabeça, coriza, cansaço, arrepios, diarreia, dores musculares e nas articulações e tosse.

As gestantes são consideradas um grupo de alto risco para infecção, pois durante a gravidez a imunidade da mulher à algumas infeções diminui com o objetivo de não deixar o corpo rejeitar o bebê. “Os perigos mais graves relacionados com a doença podem incluir trabalho de parto prematuro e pneumonia. Além disso, a ameaça é ainda maior para aquelas que sofrem de problemas respiratórios prévios à gestação, como asma e bronquite, porque o sistema respiratório já está debilitado”, alerta a ginecologista e obstetra de São Paulo, Dra. Maria Elisa Noriler.

As formas de transmissão podem ocorrer por meio das gotinhas de saliva que são expelidas ao falar, tossir ou espirrar. O contágio pelo contato de mãos ou objetos contaminados também implicam em uma rápida via de transmissão do vírus.Por isso, as futuras mamães devem estar atentas à alguns cuidados especiais.

“O governo brasileiro tem fornecido gratuitamente nos postos de saúde a vacina contra o vírus influenza A H1N1 para garantir a proteção de todas as gestantes. Entretanto, outras atitudes como lavar as mãos frequentemente, evitar locais com aglomeração de pessoas, evitar mexer nos olhos, boca e nariz com as mãos e não compartilhar objetos pessoais como copos e talheres também ajudam a evitar a contaminação”, finaliza a especialista. 

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend