Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Março Lilás alerta para a prevenção contra o câncer de colo de útero

Por Agência Pará
Publicado em 14 de março de 2021 às 23:11H

Compartilhe:

Com o tema “Autocuidado: todos juntos na prevenção do câncer”, a proposta da Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA) é intensificar, ao longo do mês de março, as orientações às secretarias municipais de saúde para que as mulheres que nunca fizeram o exame preventivo, o PCCU, ou que estão há três anos sem fazê-lo possam buscar atendimento através da ampliação da oferta do exame.

A ginecologista, Waléria Plácido, do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra Anna Turan (HMIB) destaca a importância da prevenção para o controle da doença. “O momento é oportuno para sensibilizar as mulheres. O exame deve ser realizado um ano após a primeira relação sexual e anualmente até os 65 anos. Se diagnosticado precocemente, a doença é curável, quase na totalidade dos casos. Por isso é importante a realização periódica de exames”, esclarece.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) promoveu durante os dias 11 e 12 de março ações de promoção da campanha Março Lilás, entre elas, a realização de exames preventivos para as colaboradoras.

Devido a correria do dia-a-dia, nos esquecemos ou deixamos passar muito tempo para fazer o exame. Essa inciativa foi muito importante e necessária, assim podemos contar com o serviço essencial e ainda no nosso ambiente de trabalho. Quando vemos outras mulheres aderindo a campanha podemos podemos perceber o quanto é necessário promover ações assim, como técnica de nutrição eu já me cuido com uma boa alimentação e a soma desse serviço só agrega essa cuidado que nós mulheres temos que ter’’, disse Elaine Silva, profissional de nutrição do HMIB. 

Prevenção e Tratamento

A detecção precoce do câncer de colo do útero possibilita maior chance de cura. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a região Norte se destaca no cenário nacional, por ser a única onde o câncer uterino é o mais incidente, e é a maior causa de morte por câncer entre as mulheres, superando o câncer de mama, que é o maior do País. Em 2019 foram diagnosticados 657 novos casos de câncer de colo de útero no Pará. Em 2020 foram registrados 201 casos da doença, redução devida à subnotificação causada pela pandemia da Covid-19. 

No Pará, os serviços de prevenção ao câncer obedecem a um fluxo de atendimento que se inicia na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Na UBS, um médico clínico generalista, diante de um diagnóstico suspeito, pode encaminhar o paciente ao centro de referência adequado para a definição do quadro clínico, mediante exames e biópsias.

Caso o diagnóstico indique tratamento oncológico, o paciente pode ser encaminhado para um dos cinco hospitais estaduais de alta complexidade e referência em câncer disponíveis no Pará, como o Ophir Loyola, o Oncológico Infantil Octávio Lobo e Hospital Universitário Barros Barreto, em Belém; o Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, e a Unacon do Hospital Regional de Tucuruí.

Programação

Considerando o cenário atual de pandemia e a importância da prevenção no combate ao câncer do colo de útero, a Sespa mobiliza ações por webconferências e bate papos que abordam aspectos diversos da doença.

No dia 17, a partir das 8h30, a webconferência trará os seguintes temas: “Prevenção, Diagnóstico e Tratamento Precoce do Câncer de Colo de Útero”; “Diretrizes do Rastreamento e Protolocos do Câncer de Colo de Útero/ INCA”; “Qualidade do Exames Citopatológicos do Colo do Útero” e “Sistema de Informação do Câncer (SISCAN) e seguimento”.

No dia 24, às 9 horas, a temática será “Serviços de referência de diagnóstico e tratamento precoce do câncer de colo do útero e mama”.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend