Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 23 de July de 2024
Sistema Floresta

Programa Obesidade Zero recupera autoestima de pacientes bariátricos com cirurgia reparadora

Por Floresta News
Publicado em 09 de julho de 2024 às 11:16H

Compartilhe:

Hospital Jean Bitar é referência na realização de cirurgias em pacientes com obesidade no Pará

O Programa Obesidade Zero do Governo do Estado, executado pela gestão do Hospital Jean Bitar, em Belém, tem se consolidado, desde 2020, como uma solução eficaz para a perda de peso significativa em pacientes com obesidade mórbida. No entanto, após a perda massiva de peso, muitos pacientes enfrentam um novo desafio: o excesso de pele e tecidos flácidos, que podem causar desconforto físico e emocional, além de problemas de saúde como infecções e dificuldades de mobilidade.

Para resolver essas questões, a cirurgia plástica reparadora surge como opção vital, permitindo que os pacientes alcancem um contorno corporal mais harmonioso e melhorem sua qualidade de vida e recuperação da autoestima.

O HJB é referência na realização de cirurgias em pacientes com obesidade no Pará. A iniciativa, ofertada na rede estadual de saúde, garante o acesso gratuito à cirurgia bariátrica e também as cirurgias plásticas reparadoras.

Foto: Bruno Cecim – Ag. ParáSegundo o cirurgião plástico do HJB, o médico André Melo, os critérios para a realização da cirurgia plástica reparadora em pacientes pós-bariátricos são vários. “É necessário que paciente tenha atingido a meta de peso proposta no início do tratamento. Na faixa de um ano após a cirurgia bariátrica, o usuário já poderá fazer a sua plástica reparadora. Mas, também existem aqueles que não atingem a meta de peso, e nesses casos, reforçamos a importância da adesão ao tratamento, até atingir a meta prevista”, frisou o especialista.

A cirurgia plástica reparadora pós-bariátrica envolve uma série de procedimentos destinados a remover o excesso de pele e a contornar áreas do corpo que foram significativamente afetadas pela perda de peso.

Na unidade hospitalar, o Sistema Único de Saúde (SUS) libera quatro procedimentos de cirurgia plástica reparadora para paciente pós-bariátrico, que são: abdominoplastia, lifting de braços, lifting de coxas e mastopexia (lifting de mamas).

O especialista diz que os procedimentos mais comuns realizados, são abdominoplastia e lifting de mamas “Nem todo mundo mexe nas quatro áreas do corpo, onde deixamos o paciente livre para escolher qual seria a sequência e onde está lhe incomodando mais”, concluiu.

A Lane Moraes, 29 anos, cabeleireira, da cidade Ananindeua, fez a bariátrica há dois anos e meio. Ela, que antes pesava 140 kg, se declara satisfeita com o seu peso atual de 73 kg e já está realizando as cirurgias plásticas reparadoras. “Depois de um ano e quatro meses da minha bariátrica, pude fazer a plástica reparadora. O excesso de pele me incomodava, então já concluiu a barriga, com a realização da abdominoplastia, e agora estou realizando os exames para fazer as mamas”, explicou.

Além dos benefícios estéticos, essas cirurgias têm um impacto significativo na autoestima e na saúde mental dos pacientes, promovendo uma sensação de bem-estar e completude no processo de transformação corporal iniciado com a cirurgia bariátrica.

A paciente conta como tem sido chegar até aqui. “A minha autoestima melhorou bastante. Antes, eu não tinha vontade de se quer fazer a academia, e hoje já faço. Hoje, uso as roupas que sempre quis como, por exemplo, decotes,” revelou.

De janeiro até maio deste ano, a equipe multiprofissional já realizou 67 cirurgias plásticas reparadoras em pacientes pós-bariátricos do Programa Obesidade Zero.

O Hospital Jean Bitar (HJB) pertence à rede de saúde pública do governo do Pará, e tem gestão do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de saúde Pública (Sespa).

A unidade presta assistência em média e alta complexidade na área ambulatorial e hospitalar a usuários transgêneros, e em clínica médica e cirúrgica para doenças metabólicas e gastrointestinais.

O HJB fica na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, nº 543, no bairro Umarizal, em Belém. Mais informações: (91) 3239.3800.

Texto: Marcelo Zeno (Ascom HJB)

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend