Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 17 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Pará reforça combate a crimes cibernéticos com criação de diretoria da Polícia Civil

Por ORM
Publicado em 17 de abril de 2020 às 16:45H

Compartilhe:
Fake news e uma série de outras ilegalidades passam a ser tratadas com reforço pela Polícia Civil no Pará (Tatyana Makeyeva/Reuters)

O Pará é o primeiro estado do país a instituir uma Diretoria Estadual de Combate a Crimes Cibernéticos (Deccc). A iniciativa, implantada nesta sexta-feira (17), tem como objetivo a prevenção e a repressão das ações delituosas de natureza penal cometidas por meios tecnológicos. Ela foi oficializada por meio de publicação no Diário Oficial do Estado.

De acordo com a Polícia Civil, qualquer crime dessa natureza, que utilize “computadores, redes digitais, dispositivos de comunicação ou qualquer outro sistema informatizado para atacar as liberdades individuais, subtrair ou danificar o patrimônio e também atentar contra os direitos dos grupos vulneráveis definidos em Lei”, será combatido pela diretoria, que manterá relação operacional de proximidade com a Diretoria de Inteligência da Policial e Diretoria Estadual de Combate à Corrupção. Juntas, as instituições vão monitorar as atividades delituosas, auxiliando na identificação de perfis criminosos e das pessoas que os utilizam, produzindo provas para embasar o inquérito policial ou qualquer outro tipo de procedimento da polícia judiciária.

A nova diretoria, sediada na Delegacia Geral, em Belém, tem como titular a delegada Vanessa Lee, que é enfática ao destacar a importância da criação de uma instituição especializada no setor, tendo em vista o aumento do registro de crimes cibernéticos ao longo do tempo. “A cada dia, as pessoas estão mais conectadas e utilizando mais dispositivos. Isso facilita a atuação dos criminosos em ambiente virtual. Por isso, a Deccc vai atuar em três linhas de frente: combate a crimes individuais, patrimoniais e de vulneráveis”, explica Lee.

Tecnologias fazem cerco a criminosos 

Para o delegado-geral Alberto Teixeira, a Deccc tem importância fundamental no combate aos crimes que têm ocorrido no ambiente virtual, o que inclui ataques a honra, patrimônio, golpes e disseminação de fake news. “A gente precisa de uma diretoria que dê suporte a todas essas demandas”, aponta o delegado, ao afirmar que “existe uma tecnologia específica e também uma atuação específica em que nós vamos especializar os melhores para combater esse tipo de crime que, com certeza absoluta, é o futuro a nível criminal no país”.

A nova diretoria é composta pelas subunidades administrativas de Secretaria; Divisão de Combate a Crimes contra Direitos Individuais Praticados por Meios Cibernéticos; Divisão de Combate a Crimes Econômicos e Patrimoniais Praticados por Meios Cibernéticos e Divisão de Combate a Crimes contra Vulneráveis Praticados por Meios Cibernéticos. (Com informações da Agência Pará).

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend