Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 16 de January de 2022
Sistema Floresta

Certificado de vacinação: prefeitura vai exigir e fiscalizar

Por Floresta News
Publicado em 02 de dezembro de 2021 às 18:29H

Compartilhe:

A prefeitura vai fiscalizar e exigir certificado de vacinação a partir desta sexta-feira (03), foi o que garantiu o prefeito Alexandre Siqueira em entrevista à Rádio Floresta, nesta quinta-feira (02). Um decreto deve ser divulgado a qualquer momento, onde vai exigir a apresentação do certificado de vacinação para que as pessoas acessem órgãos públicos, bares, restaurantes e eventos culturais da cidade.

E o prefeito insistiu que, se não houver colaboração da população, ele pretende endurecer, e exigir vacinação para que as pessoas acessem até os supermercados. “Vamos acompanhar diariamente as adesões, e vamos seguir na íntegra o decreto que o Governo do Estado publicar, se for preciso vamos cancelar até as programações culturais que a prefeitura está planejando, tudo vai depender de como a população vai responder, se vão procurar a vacina”. Explicou o prefeito Alexandre Siqueira.

O município teve que fazer a devolução de quase 13 mil vacinas da Pfizer para o Estado, porque estavam vencendo e não houve procura por parte da população, mesmo com todo o esforço da coordenação de imunização que fez grandes mobilizações na cidade.

O secretário de saúde, Charles Tocantins, que também estava presente na entrevista, disse que em outubro não houve registro de óbitos em Tucuruí por causa da Covid, e houve uma redução de número de casos em comparação com o início do ano, quando eram notificados mais de 700 casos por mês e pontou: “A população ficou com uma falsa sensação de que o perigo já passou, de que não precisava vacinar, e relaxou. As pessoas que tem mais de 50 anos nós conseguimos avançar muito na vacinação, mas o gargalo está na população de 20 a 49 anos, que não tem procurado os postos para fazer a imunização”.

O secretário ainda trouxe um dado importante do município: 21 mil pessoas ainda precisam tomar a primeira dose e mais de 30 mil pessoas não tomaram a segunda dose do imunizante. Nesta quinta-feira (02) chegaram mais 5 mil doses da Pfizer para reforçar a campanha de vacinação itinerante. Na sexta a vacina estará disponível em todos os postos de saúde.

Como tirar o Certificado Nacional de Vacinação

Para emitir o Certificado Nacional de Vacinação, é necessário acessar o site ou o aplicativo Conecte SUS. Para ter acesso ao Conecte SUS, é necessário ter um login na plataforma Gov.br, portal de serviços digitais do governo federal. Quem ainda não se cadastrou pode fazer na hora, seja acessando o site ou o aplicativo.

Uma vez feito o login, ao clicar no ícone Cidadão, a pessoa terá acesso a uma série de serviços, incluindo o histórico de utilização do SUS. Na opção do menu Vacinas, deve constar as doses contra covid-19 que foram tomadas.

Para emitir o CNV, deve-se marcar a opção Certificado de Vacinação. O sistema fornecerá então um código de 16 dígitos e um QR Code para validação do documento, que poderá ser baixado em formato PDF em três línguas: português, inglês e espanhol.

No aplicativo Conecte SUS, o procedimento é similar. Uma vez instalado no celular e feito o login por meio do cadastro na plataforma Gov.br, o usuário deve clicar na opção Vacinas, que estará na página inicial. Deve-se então selecionar a vacina contra covid-19 e selecionar a opção Certificado de Vacinação.

O aplicativo dá também a opção de baixar uma versão em PDF do comprovante. 

Texto Liliane Skittberg

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend