Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 17 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Estudo chinês sugere 3ª dose da CoronaVac por queda na eficácia

Por Pleno News
Publicado em 27 de julho de 2021 às 01:16H

Compartilhe:
Foto: Reprodução / UOL

Pesquisadores da Sinovac e do centro de controle de doenças da província de Jiangsu, na China, apontaram que os anticorpos gerados pela CoronaVac contra a Covid-19 apresentam uma baixa expressiva seis meses após a aplicação da segunda dose em pessoas entre 18 e 59 anos. Por conta da queda, os cientistas recomendam a aplicação de uma 3ª dose de reforço do imunizante.

Segundo os cientistas, entre os cerca de 50 participantes que foram imunizados com intervalo de duas semanas entre as doses, apenas 16,9% ainda tinha um nível considerado bom de anticorpos neutralizantes seis meses depois. Entre o grupo que recebeu o reforço quatro semanas depois da primeira dose, por sua vez, o percentual cresceu para 35,5%.

Os responsáveis pelo estudo testaram a aplicação de uma terceira dose em 540 pessoas, seis meses após o primeiro reforço. Depois de 28 dias, os anticorpos subiram entre três e cinco vezes comparados à quantidade registrada quatro semanas após a segunda dose.

Os pesquisadores alertaram que o estudo não testou o efeito dos anticorpos contra variantes mais transmissíveis e que mais pesquisas ainda são necessárias para avaliar a duração dos anticorpos após uma terceira injeção. O estudo chinês, publicado no domingo (25), ainda está em versão pré-print, ou seja, aguarda revisão da comunidade científica.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend