Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 16 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Deputados do Ceará aprovam lei de recompensa a denúncias sobre ataques

Por MSN
Publicado em 14 de janeiro de 2019 às 11:26H

Compartilhe:

© Reuters/P. Whitaker Ataques causaram interrupção no fornecimento de eletricidade nas redondezas de Fortaleza

Os deputados estaduais do Ceará aprovaram neste sábado (12/01), em sessão extraordinária e regime de urgência, oito projetos de lei e um complementar para enfrentar a crise de segurança no estado. O pacote de medidas deverá entrar em vigor ainda nesta semana.

O principal projeto proposto pelo governo para combater o crime organizado é denominado “lei da recompensa”. Ele permitirá a premiação financeira de cidadãos que forneçam informações resultando na prevenção de atos criminosos e na prisão de bandidos envolvidos em atentados.

Das medidas visando reforçar a força de trabalho constam a convocação para o serviço ativo de policiais militares atualmente em reserva remunerada, assim como o aumento para 84 da quantidade de horas extras mensais que possam ser pagas a policiais civis e militares, agentes penitenciários e bombeiros, a título de reforço operacional extraordinário.

As leis aprovadas pela Assembleia Legislativa deverão ser sancionadas ainda neste domingo, conforme comunicou o governador do Ceará, Camilo Santana, entrando imediatamente em vigor.

Outro projeto garante que nos próximos concursos públicos da polícia civil, militar e bombeiros pelo menos 15% das vagas sejam destinadas às candidatas mulheres. Também foi aprovada a proposta autorizando o Ceará a fechar convênios com outros estados para compartilhar pessoal na área da segurança.

Os deputados igualmente aprovaram o projeto que cria o Banco de Dados Estadual de Informações de Veículos Desmontados, além de restringir o uso de áreas no entorno dos presídios do estado. Foi estabelecido ainda o Fundo de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (FSPDS).

Neste domingo, o estado entrou no 12º dia seguido de ataques atribuídos a facções criminosas. Segundo o governo, até a noite anterior haviam sido capturados 335 suspeitos e transferidos 39 chefes de grupos criminosos para presídios federais. Além disso, foram apreendidos armamentos, incluindo cinco toneladas de explosivos num depósito clandestino.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend