Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 27 de January de 2020
Sistema Floresta

Sobe para 10 o número de vítimas dos “maníacos de Marituba”

Por Dol
Publicado em 15 de janeiro de 2020 às 21:40H

Compartilhe:

O número de vítimas dos “maníacos de Marituba” pode chegar a 10, após a Polícia Civil receber novas denúncias na Seccional Urbana de Marituba, na terça-feira (14).   

“Até o final da manhã de segunda (13) tínhamos contabilizado sete vítimas. Mas na tarde de ontem (terça-feira, 14) três vítimas estiveram na Seccional Urbana de Marituba para denunciar o adolescente. Duas disseram que teriam sido estupradas, e a outra chegou a trocar mensagens com ele, mas ficou desconfiada e não foi ao encontro”, informou o diretor de Polícia Metropolitana, delegado Marco Antônio Duarte.  

O adolescente de 17 anos apreendido no último domingo (12), acusado de envolvimento em crimes contra dez mulheres, já está à disposição da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa). O outro acusado, Jederson Menezes Alves, foi encaminhado ao sistema penitenciário ainda na segunda-feira (13). A Polícia Civil prossegue as investigações e orienta as mulheres vítimas desse tipo de crime que procurem qualquer unidade da Polícia Civil, para que sejam tomadas as providências necessárias. 

A fim de ampliar as condições de acolhimento às mulheres vítimas de violência sexual, o delegado-geral de Polícia Civil, Alberto Teixeira, informou durante reunião interna, na manhã desta terça-feira (14), que a Polícia Civil estuda a instalação da “Sala Lilás” em seccionais urbanas da Região Metropolitana. O objetivo é prestar atendimento especializado e humanizado à mulheres e crianças vítimas de violência física e sexual. 

“Nós sabemos que o crime de violência sexual causa constrangimento e, ao mesmo tempo, medo de procurar as nossas delegacias para registrar o fato. Elas sentem vergonha em ter que falar o que aconteceu. E, efetivamente, com essas prisões que ocorreram no município de Marituba, algumas mulheres tiveram coragem de procurar a seccional. Elas foram recepcionadas de forma adequada, possibilitando que fizessem esse registro. Porque se o fato não chega ao conhecimento da Polícia Civil não temos como iniciar uma investigação. Pensando nisso, é que criaremos a Sala Lilás nas principais seccionais da capital e demais municípios da Região Metropolitana, justamente para que possamos recepcionar essas mulheres que são vítimas de violência sexual, e também ali terem um atendimento especializado e humanizado”, disse o delegado-geral Alberto Teixeira.

Uma das vítimas – uma manicure de 20 anos de idade – está internada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. Além dos hematomas da agressão por todo o corpo e da violência sexual, a garota apresenta um traumatismo na cabeça. O quadro clínico é considerado grave. O crime contra ela foi cometido no último sábado (11). A irmã dela também foi vítima do adolescente.

Outra vítima foi Samara Mescouto, uma jovem de apenas 20 anos, que foi encontrada morta em uma área de mata, após combinar serviços de beleza com uma suposta cliente no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém. Ela é sobrinha do deputado federal Eder Mauro.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend