Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Morte de macacos na vila de Placas em Breu Branco preocupa autoridades e moradores

Por Floresta News
Publicado em 26 de fevereiro de 2018 às 21:03H

Compartilhe:

De acordo com Albuquerque Sousa, secretário de saúde de Breu Branco, a primeira notícia relacionada a morte de um macaco na vila de Placas do Pitinga, zona rural de Breu Branco, surgiu no final da manhã do último sábado (24). Uma equipe foi deslocada até a vila, mas o macaco estava em avançado estado de decomposição e o material necessário para exames não pode ser coletado.

No final da tarde de sábado (24) outro macaco da espécie guariba apareceu nas proximidades de uma residência na vicinal do Grilo, localizada a cerca de 5km da vila de Placas. Segundo José Orlando que encontrou o animal, o macaco estava triste e aparentando estar doente. Por precaução, seu José deixou o primata em um posto de saúde na vila. Como o macaco ainda estava vivo, o morador foi orientado a deixar o animal em um local seguro e que evitasse contato com pessoas, pois no domingo (25) uma equipe seria deslocada para averiguação.

Durante a noite de sábado (24), o macaco já apresentava poucos sinais vitais e alguns minutos depois morreu.
Uma equipe formada por um biólogo, um médico veterinário, agentes de vigilância epidemiológica e enfermeiros, se deslocaram até o local para que as providências fossem tomadas. No domingo (25) pela manhã a equipe esteve na vila de Placas para realizar a coleta de dados.

As vísceras do primata foram retiradas, preparadas e encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas, em Belém, que é o centro de referência do Estado do Pará que irá diagnosticar as causas da morte do animal.
Por conta do deslocamento e os cuidados com o material colhido, o resultado deverá ficar pronto em um prazo de 10 dias. Até o momento duas suspeitas estão sendo investigadas: febre amarela e pneumonia.

O secretário orienta que quando qualquer morador se deparar com um macaco aparentando estar doente, não ter contato com ele. Se o animal estiver morto a secretaria de saúde deverá ser acionada imediatamente para que os profissionais capacitados possam realizar o procedimento de forma adequada.

Vale ressaltar que o macaco não é o grande vilão da febre amarela. Ele é apenas um dos principais sinais da existência da doença em uma região. Por isso, é importante estar imunizado. Como forma de prevenção a secretaria de saúde de Breu Branco pretende fazer o bloqueio em toda a vila, ou seja, vacinar todos os moradores, mas se por algum motivo alguém ficar sem a vacina, a orientação é procurar um posto de saúde para realizar a vacinação, conforme protocolo da epizootia.

 

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend