Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 23 de October de 2019
Sistema Floresta

Caminhada celebra a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência em Tucuruí

Por Floresta News
Publicado em 20 de setembro de 2019 às 14:21H

Compartilhe:

Uma grande caminhada foi realizada na manhã desta sexta-feira (20) para finalizar a programa alusiva à semana nacional da pessoa com deficiência. Durante a semana dentre as ações desenvolvidas, foram realizadas palestras sobre o tema nas escolhas municipais.

A Assistente Social, Alexsandra Nascimento, da diretoria da Associaçao Carajás, disse: “hoje é apenas um momento, pois a luta é diária, mas o conselho tem ações continuas e a pessoa que necessitar desse apoio deve procurar o conselho, pois lutando junto, vamos transformar Tucuruí numa cidade mais acessível pra todos”.

O defensor Público Dr. Renato Mendes Carneiro Teixeira disse que “segundo o IBGE mais de 45 milhões de pessoas tem algum tipo de deficiência, se considerámos os idosos, quase 67% tem algum tipo de deficiência e que apesar deste quantitativo ainda sim, todos os dias vários direitos são violados, seja em relação ao transporte, gratuidade, isenção tarifária, acessibilidade nos ônibus, nas ruas, seja na educação nos que diz respeitos a mediadores, na saúde em relação a neurologista, enfim é uma luta diária”.

Em relação a Tucuruí, o defensor acrescentou que “ações administrativas foram realizadas com a viação Tucuruí em relação aos elevadores e cintos para as pessoas que tem deficiência. Com ação civil pública em relação a neurologista; a questão da educação, tratando sobre os mediadores para as crianças que precisam de acompanhamento. Inclusive esta semana foi ajuizado uma ação civil pública contra a empresa “Boa Esperança” em relação a gratuidade”.

Miguel Farias, presidente da associação carajás de pessoa com deficiência disse que a luta é diária, pois nem todos os órgãos públicos dispõe da acessibilidade, ele citou como exemplo o prédio da câmara de vereadores que não tem adequações para os portadores de necessidades especiais: “É uma casa do povo, onde não podemos entrar”, finalizou.

A caminha encerrou no salão são José em frente à Câmara Municipal, onde o público  debateu sobre o tema, conferiu as exposições de artesanatos, medalhas, troféus e apresentações culturais.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend