Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 20 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Denúncia de suposta compra de votos marca eleição da Câmara Municipal de Tucuruí, MPE apura o caso

Por Floresta News
Publicado em 28 de maio de 2018 às 16:53H

Compartilhe:

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, 28, a eleição para escolha da nova mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Tucuruí, para o biênio 2019/2020. Apenas uma chapa foi apresentada, composta pelos vereadores: Rony Santos (candidato à Presidente), Joaquim Pepino (candidato à Vice-Presidente), Gualberto Neto (candidato à 1° Secretário) e Francisco Vieira (candidato à 2° Secretário). Dos 13 vereadores 3 não compareceram à reunião: Jorge Anderson, Nilvan Oliveira e Weber Galvão.

A chapa-única foi eleita com os votos de 9 vereadores: Joaquim Pepino, Daivison Freeway, Branco Terra Seca, Gualberto Neto, Francisco Vieira, Ilma do Neneo, Lucas Brito, Rony Santos e Tânia Zamataro. O atual presidente da Câmara, Bena Navegantes, se absteve na votação.

Na véspera da eleição, no domingo, 27 de maio, o vereador Weber Galvão registrou um boletim de ocorrência na delegacia de polícia denunciando uma suposta compra de votos para a eleição da mesa diretora da Câmara.

Na manhã desta segunda-feira, dia 28, no mesmo dia da eleição do legislativo municipal, o Ministério Público Estadual cobrou explicações ao atual presidente da Câmara, Bena Navegantes, sobre essa denúncia de suposta compra de votos.

Nossa equipe não conseguiu falar com o presidente da Câmara, Bena Navegantes, nem com o Presidente Eleito, Rony Santos, sobre a denúncia e o Ministério Público não quis gravar entrevista.

 

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend