Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 10 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Vereadores cassam prefeito de Tucuruí Artur Brito

Por Floresta News
Publicado em 20 de março de 2018 às 12:24H

Compartilhe:

A sessão marcada para as 17h de segunda-feira (19), começou com atraso de aproximadamente 30 minutos. Dos 13 vereadores, apenas 12 votaram sendo 9 a favor da cassação e 3 contra, tendo um vereador ausente alegando problemas de saúde de um familiar. A sessão chegou a ser suspensa por quase 2 horas e manifestantes acabaram ocupando o plenário da casa legislativa.

O vereador Lucas Brito segurando uma bandeira do Brasil sentou na mesa diretora da Câmara de Vereadores, como forma de protesto e negou-se a sair do plenário, argumentando que ele foi eleito pelo povo. Ele não poderia participar da sessão por ser irmão do prefeito afastado e investigado pela Câmara, Artur Brito.

O policiamento precisou ser reforçado por conta dos ânimos muito exaltados. Grades de proteção e isolamento foram instaladas para separar populares de dois grupos: pessoas a favor e outras contra Artur Brito.
Com o plenário da Câmara ocupado pelos manifestantes a sessão acabou acontecendo no gabinete do presidente da casa e somente a imprensa pode acompanhar.

O vereador Lucas Brito pediu que o depoimento de uma pessoa identificada como Jackson colhido durante o processo de investigação fosse lido na íntegra. A leitura feita pelo vereador Joaquim Pepino, que era o presidente da Comissão Processante.
Votaram a favor da cassação os vereadores: Nilvan Oliveira (PSC), Gualberto Neto (DEM), Marcelo Campos (PMDB), Ilma do Nenéo (PPS), Tânia Zamattaro (PMDB), Branco Terra Seca (PSDB), Jorge Anderson (PSB) e Paulo do Km 11 (PDT).

Votaram contra os vereadores: Rony Santos (PSC), Joaquim Pepino (PPS) e Francisco Vieira (PDT). O vereador Fabio Ulisses (PSDB) não compareceu à sessão, alegando problemas de saúde de um familiar.

A partir de agora a expectativa é que a Justiça Eleitoral convoque novas eleições para prefeito em Tucuruí, em até 90 dias, já que estão vagos os cargos de prefeito e vice-prefeito. A defesa do prefeito cassado Artur Brito deve recorrer da decisão.

Hoje, o município de Tucuruí está sem prefeito e sem vice e é comandado interinamente pelo presidente da Câmara vereador Bena Navegantes.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend